Pinturas polêmicas retratam Batman e Robin gays

Por Marcus Ramone
Data: 16 setembro, 2015

Uma série de quadros pintados pelo artista Mark Chamberlain e exibidos pela primeira e única vez em 2005, na Kathleen Cullen Fine Art de Nova York, nos Estados Unidos, ainda hoje repercute entre os fãs de Batman e Robin.

As pinturas mostram os dois super-heróis trocando beijos ou em poses eróticas. Algumas cenas exibem nu frontal e há outras com simulação de ato sexual.

Na época, a DC Comics divulgou uma carta aberta direcionada a todas as galerias de artes, proibindo-as de exibir as obras, destacando não só a violação dos direitos autorais como a difamação de uma imagem conhecida em todo o mundo.

Para o autor dos quadros, as consequências foram ainda piores. Mark Chamberlain foi acionado na justiça para repassar à DC cada dólar obtido nas vendas dos quadros, além de entregar à editora as obras que ainda restavam.

Desde então, Chamberlain deixou de expor as pinturas em galeria ou vendê-las. Mas, graças à internet, as imagens continuam até hoje, dez anos depois, circulando pelo mundo – e o artista ainda produziu outras aquarelas do mesmo naipe com a Dupla Dinâmica, mas sem comercialização ou exibição em galerias.

Arte de Mark Chamberlain

Arte de Mark Chamberlain

Arte de Mark Chamberlain

Arte de Mark Chamberlain

• Outros artigos escritos por

.