Os Melhores do Mundo # 31 – Abril

Por Marcus Vinicius de Medeiros
Data: 3 março, 2001

Os Melhores do Mundo # 31Editora: Editora Abril – Revista mensal

Autores: Justiça Jovem – Peter David (argumento), Todd Nauch (desenhos), e Lary Stucker (arte-final);

Quem é Tróia? – Devin Grayson e Phil Jimenez (argumento) e Phil Jimenez (arte);

Titãs/LJA – Devin Grayson e Phil Jimenez (argumento), Phil Jimenez (desenhos) e Andy Lanning (arte-final).

Preço: R$ 2,50

Data de lançamento: Maio de 2000

Sinopse

As duas primeiras aventuras oficiais da Justiça Jovem, bem como o despertar do antigo justiceiro robótico Tornado Vermelho, que passa a atuar como mentor da nova equipe.

Na primeira, o trio adolescente encontra sua primeira vilã e um superveículo oriundo de Nova Gênesis.

Na Segunda, o antigo proprietário da máquina desperta de um sono de milhões de anos e decide tomá-la de volta, mesmo contra a sua vontade.

Numa aventura curta, Donna Troy está para ser oficialmente aceita como irmã da Mulher-Maravilha e herdeira do trono da Themyscira. Em paralelo, toda a sua história é relembrada e explicada.

Finalizando, na primeira parte da saga dos Titãs com a Liga, as máquinas do mundo inteiro parecem fora de controle, afetadas por uma força externa que atacou a Torre de Vigia da LJA, se apossou da lua e pode ser responsável pelo misterioso seqüestro de todos os Titãs que já existiram.

Positivo/Negativo

O ponto negativo aqui fica para a capa adotada pela Editora Abril, representando a história dos Titãs com a Liga.

Em vez de usar a arte do Phil Jimenez para a minissérie original, ou a do Nauck para a Young Justice, optaram por uma horrível ilustração nacional, feita por Roger Cruz ou algum imitador qualquer. Só questiono qual pode ser o objetivo da editora com isso. Afastar leitores?

Tirando a reclamação, histórias e arte boas. As do David são pura tiração de sarro, enquanto Robin, Superboy e Impulso começam e conviver mais uns com os outros, são arremessados nas mais imprevisíveis situações. O ritmo é ágil, mas as caracterizações ainda carecem de um trabalho mais cuidadoso.

A historieta da Donna esclarece de uma vez por todas a origem e a situação da personagem, que já passou por inúmeras reformulações e identidades até ser ainda mais bagunçada pelas mãos de John Byrne. O esforço de Grayson e Jimenez, contra todas as adversidades, agrada. Pena ter sido história curta, merecia ao menos um especial.

Novamente é a dupla Grayson e Jimenez que dá um show na trama que reúne Titãs e Liga da Justiça. Texto, arte e conhecimento de cronologia DC impecáveis.

Classificação

4,0

• Outros artigos escritos por

.

  • denilson andre

    onde eu compro essa revista???