DC Comics Presents Superman # 1

Por Marcus Vinicius de Medeiros
Data: 28 fevereiro, 2014

DC Comics Presents Superman # 1Editora: DC Comics – Edição especial

Autores: The Phantom Quarterback – Stan Lee (roteiro), Darwyn Cooke e J. Bone (arte) e Dave Stewart (cores);

Secret of The Phantom Quarterback – Paul Levitz e Keith Giffen (argumento), Paul Levitz (roteiro), Keith Giffen (desenhos), Al Milgron (arte-final) e Lovern Kindzierski (cores).

Preço: US$ 2,50

Número de páginas: 32

Data de lançamento: Outubro de 2004

Sinopse

Duas histórias do Superman inspiradas numa imagem de capa clássica, envolvendo o zagueiro fantasma, em homenagem póstuma ao legendário editor Julius Schwartz.

Positivo/Negativo

Não é qualquer editor de quadrinhos que recebe como homenagem póstuma uma linha inteira de especiais assinados pelos maiores talentos do meio. Após a morte do legendário Julius Schwartz, o homem que deu início à Era de Prata dos super-heróis, lançou a Liga da Justiça da América e ainda idealizou o Multiverso DC, a DC recrutou a nata dos quadrinhistas estadunidenses para escrever e ilustrar quadrinhos inéditos com base em capas inspiradas pelo saudoso imaginauta.

Assim, os especiais da série DC Comics Presents apresentaram nomes como Grant Morrison, Kurt Busiek e Elliot S! Maggin investindo em tramas simples e diretas, sempre com duas histórias por revista.

Nesta edição dedicada ao Superman, as equipes criativas são notáveis e, no caso da primeira, bastante inusitada. O tom da narrativa é de pura ingenuidade, resgatando tempos mais inocentes e pueris da arte sequencial.

Reunir o criador do Universo Marvel, Stan Lee, com o premiado Darwyn Cooke (DC – A Nova Fronteira) numa história do Superman já é um feito e tanto, possibilitado apenas pela ocasião mais que especial.

E também chamam a atenção os nomes de Paul Levitz e Keith Giffen na narrativa secundária da revista, pois a dupla foi responsável pela fase mais aclamada da Legião dos Super-Heróis, além dos bons trabalhos que fizeram separados. Eles trabalharam inspirados pela ilustração original de Nick Cardy para Superman # 264, recriada aqui por Adam Hughes, em que o Homem de Aço é atingido por um jogador de futebol americano invisível.

Julius Schwartz tinha o costume de sugerir imagens de capa inventivas para seus comandados, e o resultado eram histórias poderosas. Essa foi a qualidade máxima desta linha de especiais.

Stan Lee teve o mérito de humanizar o mito dos super-heróis, levando uma carga de problemas humanos para os seus Homem-Aranha e Quarteto Fantástico e mudando um paradigma.

Em sua The Phantom Quarterback, contudo, o Superman é visto como o ícone maior dos super-heróis, e o elemento de identificação fica com o cientista Harold Gorky. Esse gênio era o perdedor nato, ofuscado por atletas e fortões variados, e só queria uma chance com a garota de seus sonhos.

Daí a investida num zagueiro fantasma para conseguir um encontro e uma guinada na vida pessoal. O texto de Lee remete a seus momentos com os heróis Marvel, é um deleite para os fãs e encanta pela simplicidade. A arte de Darwyn Cooke e J. Bone em estilo cartum lembra gibis para crianças e casa bem com a história, num show de narrativa!

Por outro lado, a colaboração de Levitz e Giffen na história seguinte é apenas esquisita, sobressaindo o traço angular do ilustrador. Marca presença o pobre Steve Lombard, lembrando mais a história original do roteirista Cary Bates. Mas ela ainda resiste como interpretação vigorosa dos clichês sobre o kryptoniano.

DC Comics Presents foi uma aposta única da editora, para celebrar o legado de um de seus mais competentes profissionais. As revistas incluíram textos de obituário assinados por Alan Moore e Harlan Ellison, cuja ligação com Schwartz era bem conhecida.

Que todos esses talentos sigam inspirando mais grandeza e criatividade no mundo dos quadrinhos, agora e para sempre.

Classificação

3,5

• Outros artigos escritos por

.