Rebirth leva a DC Comics para o topo das vendas

Por Samir Naliato
Data: 17 outubro, 2016

Batman # 6A iniciativa editorial Rebirth continua mostrando força e, pelo terceiro mês consecutivo, a DC Comics liderou as vendas de quadrinhos nos Estados Unidos. O impacto da novidade foi grande, trazendo bons resultados para a editora.

Desde que Rebirth começou, lidera tanto no número de edições vendidas quanto em valor arrecadado. O segundo item é ainda mais significativo, uma vez que as revistas da editora abaixaram de preço, custando US$ 2.99. As das concorrentes, como a Marvel, são vendidas por US$ 3.99.

Isso quer dizer que, para liderar em valores arrecadados, o volume de revistas vendidas precisa ser ainda maior em comparação com as demais editoras.

A Marvel foi a editora que mais publicou revistas em setembro: 122 no total. A DC vem logo depois, com 112.

No total, 38 títulos da DC venderam mais de 50 mil cópias, um crescimento substancial, se comparado ao mês de setembro de 2015, quando apenas seis atingiram essa marca. Também é superior a setembro de 2011, na estreia dos Novos 52, quando 27 revistas ultrapassaram essa marca.

De todos os quadrinhos vendidos, 43,45% foram da DC Comics. Em seguida estão, na ordem, a Marvel (30,75%), Image (8,8%), IDW (3,55%), Dark Horse (2,43%), Boom! Studios (1,95%), Titan (1,27%), Valiant (0,89%), Oni Press (0,79%) e Archie Comics (0,79%).

A DC aparece com 36,53% de todo o valor movimentado com as vendas, com uma diferença menor para a Marvel, que ocupa a segunda colocação com 31,04%. As outras são Image (9,04%), IDW (4,6%), Dark Horse (3,23%), Boom! Studios (2,38%), Titan (1,29%), Viz Media (1,1%), Oni Press (1,02%) e Dynamite (0,94%).

A revista mais vendida no mês foi Batman # 6, com quase 140 mil cópias. A DC teve 17 revistas no Top 20, enquanto a Marvel aparece duas vezes e, a Image, uma. Veja abaixo:

Posição
Título
Editora
1
Batman # 6
DC
2
All-Star Batman #2
DC
3
Batman # 7
DC
4
Civil War II # 5
Marvel
5
Justice League # 4
DC
6
The Walking Dead # 158
Image
7
Trinity # 1
DC
8
Supergirl # 1
DC
9
Suicide Squad #2
DC
10
Justice League # 5
DC
11
Teen Titans Rebirth
DC
12
Detective Comics # 941
DC
13
The Flash # 6
DC
14
Suicide Squad # 3
DC
15
Star Wars # 23
Marvel
16
Harley Quinn # 3
DC
17
Detective Comics # 940
DC
18
The Flash # 7
DC
19
Doom Patrol #1
DC
20
Superman # 6
DC

.

Na lista de encadernados e graphic novels, o mais vendido foi The Walking Dead Volume 26 – Call to Arms. Mas a DC também se saiu bem, aparecendo seis vezes no Top 10. Confira:

Posição
Título
Editora
1
The Walking Dead Volume 26: Call to Arms
Image
2
Wonder Woman: The True Amazon
DC
3
Batman Volume 8: Superheavy
DC
4
Batman Volume 9: Bloom
DC
5
The Fix Volume 1
Image
6
Avatar: The Last Airbender Volume 13: North and South Part 1
Dark Horse
7
Secret Wars
Marvel
8
Batman: The Killing Joke Special Edition
DC
9
Justice League Volume 7: The Darkseid War Part 1
DC
10
Harley Quinn Volume 4: A Call to Arms
DC

.

The Walking Dead Volume 26: Call to Arms

• Outros artigos escritos por

.

  • Valdir Pedrosa

    Enquanto a DC resgata conceitos através do Rebirth, a Marvel investe em personagens com “novas roupagens”, como por exemplo a nova Thor, Capitão América Sam Wilson, Hulk Amadeus Cho, Homem de Ferro / Coração de Ferro, dentre outros. Esses números excelentes da DC seriam uma evidência de que os leitores preferem os personagens clássicos? Talvez mais um exemplo disso seria o recente sucesso no Brasil do encadernado “Superman: Lois & Clark”. Muitos leitores foram às redes sociais comemorar a volta do “verdadeiro” Superman.

  • Rafael Dos Santos Mauricio

    Esquadrão Suicida tá tão foda, que a edição nº2 apararece duas vezes na 1ª lista.

  • Samir Naliato

    Oi, Jorge! Correto, na verdade eu me referia ao lançamento dos Novos 52. Já fiz a correção no texto!

    • Jorge

      Sim Samir! Foi isso que comentei mesmo: New 52. O mês que efetivamente bombou foi outubro de 2011, e não setembro, que só teve o lançamento da Liga da Justiça do Johns/Lee. Os outros 51 saíram em outubro/11 que foi, até hoje, a vitória mais larga da DC nos anos recentes…

  • Samir Naliato

    Fala, Vitor Figueiredo! Essa é a sua postagem padrão na internet? Porque seus comentários são sempre acusando (as vezes com xingamento) as pessoas de serem fanboy da DC ou então falando mal da editora. Como deve ser cansativa essa sua cruzada…

  • Moroni Machado

    Pena que ninguém percebeu que deathstock está melhor que o batman.

  • Moroni Machado

    Trinity está massa também

  • Gilberto Santos Junior

    Justamente. As duas editoras estão seguindo caminhos oposto. Estou muito curioso para ver quem vence. De certa forma reflexiva, esta embutido nesta guerra comercial, o paradoxo “maioria” x “minoria” sociais, no que refere-se a suas narrativas de simulacro do real. Ex: O Capitão/Falcão apesar de negro se omite na defesa dos negros mortos por policiais. “A” THOR trata os dilemas feministas superficialmente… Homem-aranha/morales é negro só na cor, pois não reflete nada os dilemas da condição de ser afro- descendente… Exceção é a nova Miss Marvel, exemplo de HQ de “minorias”.

    • Valdir Pedrosa

      Concordo, Jorge e Gilberto. Com isso há espaço para todo gosto. O negócio é aproveitar o que de melhor DC, Marvel e outras editoras nos oferecem.

    • Jorge

      Gilberto, não tinha pensado muito por aí, mas evidentemente de uns 3 anos pra cá uma das políticas editoriais explícitas da Marvel é ter uma maior “diversidade” de gênero/raça/religião/social/etc nos títulos. Não sei se é “só” pra “agradar” a minorias… afinal, quantas paquistanesas-americanas estão lendo Miss Marvel? Eu sou latino (filho de boliviano) mas adoro Pantera, Luke, Nova, Punho de Ferro, os Thors e os Aranhas (todos hehe). Hoje o público leitor é extremamente diversificado, tem de tudo um pouco sim, e acho que se interessa por “vivências” diferentes, por isso o sucesso de Miss Marvel entre adolescentes, meninas e até os tiozões…

      • porfavorne

        obviamente você é latino, você é brasileiro, não faz a minima diferença se é filho de boliviano ou não

        • Jorge

          verdade kkkk, somos todos latino-americanos.
          Bem, esclarecendo, sabemos que a minoria “latina” retratada nos comics mainstream americanos são, basicamente, os descendentes e imigrantes de países de colonização espanhola. Mexicanos em 90% dos casos e, de vez em quando, um porto-riquenho… Qualquer brasileiro sabe, nós não nos “vemos” representados nesse sentido (por inúmeras razões, que não vem ao caso). Meu pai morou nos EUA e provavelmente se sentiria relativamente identificado como parte da “minoria” quando visse um Nova, uma Tigresa Branca ou personagens do tipo. Agora, os brasileiros em geral, não.

          • Imperador Julius

            o problema da marvel é que eles começaram a se preocupar mais com “politicagem” do que com quadrinhos para entreter. os numeros de vendas provarão que não é isso que os fãs tradicionais esperam!

  • Joel Ciclone (!$@@¢)

    Caraca, Action Comics não está nem no top 20 e é uma das melhores do Rebirth.
    Sacanagem!

    • Pablo Leite

      A venda não necessariamente é decorrência da qualidade. infelizmente.

  • MARCO ANTONIO MECIANO

    Nossa a redação da Universo deve estar em estado de depressão, a preciosa Marvel atrás da Dc???

  • luciano

    talvez o grande problema não seja a roupagem, mas sim a qualidade das historias, a marvel esta uma salada de frutas enquanto a DC esta, como foi intitulada a tempos atrás, a rocha, firme , roteiros coesos e personagens interessantes, e também sim com uma roupagem mais clássica que agrada a todos que a acompanha a décadas

  • Diego Berlezi Ramos

    Olá! Falando em Walking Dead, a HQM Editora vai continuar lançando os encadernados dos Mortos-vivos ou vai passar a bola para uma editora mais adequada continuar a produção? É bem difícil acompanhar uma série com lançamentos tão aleatórios. Pessoalmente, eu gostaria de ter menos de 80 anos quando lançarem o próximo volume (se lançarem!). :D

  • O Gato Socialista

    Glória eterna à DC Comics!

  • Imperador Julius

    Parabens DC! eu mesmo sou um marvete que estou largando os titulos da marvel em troca do Rebirth! chega dessas mudanças que desrespeitam os fãs antigos! vamos ver se os fãs “modinhas” sustentam a Marvel!

  • Imperador Julius

    não, isso é real! eu só um fã da marvel que vou largar varios titulo marvel, para comprar as revistas do rebirth da DC!

  • Só pra não deixar de anotar rsrsrs a Marvel já passou a DC nas vendas, um mês depois desta discussão e de todas as razões apontadas… O que mais influenciou na performance da DC nos últimos 3 meses, agora é certeza, foi o efeito LANÇAMENTOS, uma tonelada de números 1, enquanto a Marvel não teve nenhum lançamento em setembro, e agora que tem vários, já ultrapassou de novo…