Editora Draco abre seleção para coletânea Na Quebrada – Quadrinhos de Hip hop

Por Marcelo Naranjo
Data: 28 outubro, 2016

O movimento hip hop surgiu na década de 1970, na cidade de Nova York, mas conquistou o mundo por meio de seus quatro elementos: o MC, responsável pela poesia e pela força da palavra; o DJ, capaz de extrair ritmos e emoções com sua música; o break, com a expressividade da dança; e o grafite, a arte subversiva feita nas paredes da cidade.

O principal resultado é o RAP (rhythm and poetry), que tem diversos subgêneros, como gangsta rap, smart rap, alternative rap etc. Sem falar que cada grupo e local tem suas próprias mensagens e ideologias.

Hoje, não dá para separar o hip hop do cenário urbano das grandes cidades e a música rap é uma das principais manifestações culturais do planeta. Pensando nisso, a Editora Draco decidiu criar algo misturando a cultura das ruas com o espírito de contar histórias – é a coletânea Na Quebrada – Quadrinhos de Hip hop.

De acordo com a editora, “queremos toda a pegada das ruas, com sua arte e expressão, formas de se vestir, jeito de pensar, filosofia e vivências da periferia e tal. Somada ao universo da fantasia, do terror e da ficção científica. Sempre respeitando a ideia de que os elementos fantásticos são apenas um charme no já fantástico universo do hip hop. Imagine contar uma história envolvendo grafite e magia do caos, break e viagens para outros planos, rolês tocando rap onde orcs e elfos não se misturam e tudo mais que sua imaginação permitir. Vamos dar prioridade para quem encontrar soluções elegantes e adaptar bem o ambiente ao tema. O verbo e a tinta são o limite!”.

Podem participar quadrinhistas (roteiro + arte); duplas de criação (roteiristas + ilustradores); artistas solo (ilustradores ou roteiristas) – a editora reunirá os ilustradores com os roteiristas de acordo com as suas características.

Não há preconceitos com estilos. Confira como participar e outras informações clicando aqui.

draco_hiphop_capa

• Outros artigos escritos por

.