Como aconteceu a morte do Superman na nova cronologia da DC?

Por Samir Naliato
Data: 13 fevereiro, 2014

Desde que a DC Comics anunciou o reboot de seu universo ficcional de super-heróis, em 2011, e a decisão de que a maioria das histórias seriam contadas cronologicamente cinco anos no futuro desta nova continuidade (com exceção da primeira história da Liga da Justiça e Superman do roteirista Grant Morrison), algumas perguntas são feitas frequentemente aos editores.

O que aconteceu entre os cinco anos desde o surgimento do Superman e da Liga da Justiça e as histórias que seriam contadas? Superman também morreu no universo dos Novos 52, como aconteceu na continuidade anterior com a clássica história A Morte do Superman (leia aqui um review da obra)?

Todo o tempo, os editores diziam que as histórias pregressas seriam contadas com o passar do tempo e que o Superman havia, sim, morrido. Mas, com exceção de pequenas e incompletas menções ao acontecimento, nada foi explicado.

A dúvida continuou aumentando enquanto a editora mostrava novas origens de alguns personagens fundamentais na saga, como as do Superboy, Aço e, mais recentemente, com os vilões Super Ciborgue e Apocalypse.

No começo de 2013, a DC procurou o escritor Max Landis, roteirista do filme Poder sem limites e autor de histórias para a série digital Adventures of Superman, com o convite de recontar a morte do herói em uma série semanal, ao lado do também escritor Greg Pak. Entretanto, o projeto não foi adiante devido a problemas para conciliar a agenda de todos os envolvidos.

Apesar disso, Landis tem uma história sobre a morte e retorno do Superman que gostaria de escrever, mas isso dependeria de uma independência cronológica com o restante do Universo DC, pois as ideias dele reinterpretam diversos pontos da mitologia do personagem. O próprio roteirista admite que o ideal é uma série fechada, como Morrison fez em Grandes Astros – Superman.

Entretanto, isso não significa que o confronto do Superman com o Apocalypse continuará sendo um mistério por muito tempo.

A partir de abril, os títulos Superman/Wonder Woman, Action Comics e Superman abordarão o tema.

Superman/Wonder Woman # 7Superman # 30

De acordo com Charles Soule, responsável por Superman/Wonder Woman, as menções anteriores sobre a morte do herói podem ser enganadoras. “Estamos trabalhando nessa história há meses, para construir uma narrativa coesa”, disse em entrevista ao site Newsarama. “Vai durar alguns meses e acontecerá em diversos títulos.”

A trama envolverá outros heróis e personagens coadjuvantes do Último Filho de Krypton.

“A morte e retorno do Superman foi grande parte da minha história pessoal com quadrinhos de super-heróis e poder fazer uma versão é melhor ainda”, afirmou.

Sobre a possível morte mencionada nas histórias de Morrison para a revista Action Comics, Soule desconversou. “A verdade é que aquelas edições tinham umas maluqices acontecendo, envolvendo o Mxyzptlk e tudo mais. Há muitas perguntas em aberto sobre o Superman, Apocalypse e a sua ‘morte’. Faremos o melhor para responder algumas delas.”

Já o escritor Scott Lobdell também falou sobre o projeto, que será o último dele na revista Superman, antes de Geoff Johns e John Romita Jr. assumirem.

“É uma ótima maneira de terminar o trabalho, estou honrado por participar da mais épica história do Superman no universo dos Novos 52 até agora”, comemorou. “Qualquer um que estiver esperando uma cópia da Morte do Superman, ficará desapontado. Essa história aconteceu há 20 anos e não temos interesse de reproduzi-la, mas esperamos que nossa versão repercuta tanto quanto a original.”

Action Comics # 30

• Outros artigos escritos por

.

  • Ian Rodrigues

    Essa história aconteceu há 20 anos e não temos interesse de reproduzi-la, mas esperamos que nossa versão repercuta tanto quanto a original.”

    o cara diz que não tem interesse, na boa esse novo conto ta um lixo